sábado, 10 de outubro de 2009

Como não se comportar na balada

Quando se termina um relacionamento, sempre há algumas fases que inevitavelmente passamos. Outro dia entrarei em detalhes sobre elas. Mas hoje, vamos falar de uma em especial - aquela fase do desespero pra conseguir outro homem pra te fazer sentir melhor.

Quem nunca ouviu as seguintes frases?

_ Você tem que pensar em você agora, cuidar das suas coisas, se divertir com seus amigos, se valorizar, ficar um pouco sozinha!

É claro que tudo isso é muito lindo e certo teoricamente, mas vamos combinar que ficar sozinha tentando se divertir com seus amigos, chorando no sofá depois que chega em casa enquanto o seu ex está com uma "zinha" qualquer por aí, não é lá essa maravilha toda.
 
Em uma dessas tentativas de me divertir , cuidar de mim e blá blá blá... aceitei o convite de uma amiga pra ir em uma festa, e um dos argumentos era que lá poderíamos encontrar uma pessoa bacana, que curaria nossa solidão avassaladora, eu fui sem nenhuma perspectiva, até porque estou naquela fase de que nenhum homem é bom suficiente.

E a principal reclamação das mulheres solteiras, pelo menos a que sempre ouço, é que homem não quer nada com nada, que nenhum deles as valorizam.
Como fazia séculos que eu não saia pra uma baladinha, eu perdi totalmente o jeito pra essas coisas, aquele lance de paquerar, procurar alguém interessante. Definitivamente não sirvo mais pra isso.

O que me deixou perplexa, rosa nude (pelo menos fiquei na moda), foi ver como as mulheres estão se comportando nessas baladas, e olhem que o lugar que eu fui, é considerado um ambiente elitizado. Então uma coisa é certa, não importa a classe social, as mulheres estão perdendo a elegância, a compostura. Talvez os homens só estejam indo na onda delas. Por que valorizar uma pessoa que não se valoriza?

Longe de mim querer ser moralista, eis uma coisa que eu realmente não sou. Acho perfeitamente normal uma mulher tomar a iniciativa, expor seus desejos,  buscar o que quer. Mas pessoas, não precisa expor seus desejos tão literalmente assim, vamos analizar uma parte do que eu vi lá.

As mulheres falam que querem um homem que as trate como uma princesa, mas o que eu ouvi elas cantando em alto e bom som era;

" _ Agora que sou puta você quer falar de amor..."

É isso mesmo galera, e não pensem que eu estava em um prostíbulo, pelo menos não era pra ser, no banheiro haviam meninas muito bem vestidas dizendo que estava difícil de encontrar um homem decente alí. Mas o que ela queria dizer com DECÊNCIA ? A mulher saiu dali se esfregando no primeiro que apareceu, e descendo até o chão literalmente, eu não estou dizendo que dançar o ritmo da música seja vulgar, antropologicamente falando é natural que as mulheres exponham sua sensualidade dançando. Até seria uma forma de atrair o "macho alfa", mas aquilo estava muito além de ser sensual, era a coisa mais vulgar do mundo mesmo.

E voltamos a análise da música:

"Só me dava porrada!
E partia pra farra!
Eu ficava sozinha,esperando você
Eu gritava e chorava que nem uma maluca
Valeu muito obrigado mas agora virei puta!"

A mulher apanhava e ficava sozinha esperando o dito cujo, parecia uma maluca chorando e gritando.
Aí eu já fico sem entender, porque eu fico pensando o porquê dela se sujeitar a isso, a Lei Maria da Penha existe pra que?

"se um tapinha não doi..
eu falo pra você...
segura esse chifre quero ver tu se foder!"

Aqui ela admite que o tapinha doia sim, e então ela vai lá e coloca o chifre no cara. Mas porque então ela não larga o maldito de uma vez? Ainda vai querer colocar chifre no homem? Se ele dava porrada antes, imaginem agora!

"Eu lavava, passava
tu não dava valor
agora que eu sou puta você quer falar de amor."

Então só porque ela cuidava da limpeza das roupas e o marido não dava valor, ela resolve se prostituir? Imaginem se toda mulher que não é valorizada pelos trabalhos domésticos resolvessem virar uma meretriz!?
E vocês acham mesmo que depois disso o homem vai querer falar de amor? Só se ele também não valer nada, não tiver um pouco de dignidade.

Minha nosenhoradobomgostomusical, como um ser pode cantar essa música em alto e bom som pra todo mundo ouvir e ainda querer que a respeitem?

Então meninas, estão sozinhas, querendo encontrar uma pessoa legal pra ficar com você? Comecem revendo seus atos e como se comportam nas festas. E principalmente, prestem atenção no que estão falando pra esses homens ouvirem.
Dancem, divertam-se, mas com um mínimo de compostura. É possível se divertir e dar muita risada sem ser vulgar. 
É claro que há homens que adoram mulher daquele jeito em uma balada, e provavelmente fiquem com elas, mas todas sabemos o que eles esperam. E elas não devem esperar mais nada deles.

Eu saí dalí totalmente horrorizada com medo de todos os homens que se aproximavam. Mas confesso que ri muito daquilo tudo e consegui me diverti no meu canto, sem me expor cantando esse tipo de música.

34 comentários:

  1. hahhahahaha
    Menina, confesso que não ando muito nas baladas, não, mas que a letra dessa música é um sarro, isso é! hahah
    Mas o pior é que esse tipo de comportamento das mulheres não se resume só nas baladas, na night: em qualquer evento a gente percebe isso. Parece um desespero total, nunca vi!
    E sinceridade? Não acho que falte homens no 'mercado'. Tem muuuuito gente legal por aí e com certeza não é necessário esse tipo de exposição para atrair. E não acredito no ditado de que 'os opostos se atraem': acho que o seu comportamento atrai alguém com o comportamento parecido, então dá pra entender melhor tudo isso heheheh.
    Superbeijo e bom domingo Nanda!
    http://experimentandocosmeticos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. hauahuahauhauahauhauahaa...
    tô chorando de rir com esse post, hauahaahuaha!
    concordo em tdo q vc falou, aqui no RJ, celeiro desse bom gosto musical, nascente dessas divas do funk, isso fica ainda mais claro né!
    tem me-ni-nas de 13 anos querendo se comportar como mulher, e brigando por HOMEM.. homem mesmo, de 20 e tantos anos! esse post é mais ainda pra essas desmioladas.. ri mto aqui!
    beijocaaa

    ResponderExcluir
  3. Nanda, tá tudo revirado, menina, tudo de cabeça pra baixo! Que liberdade é essa que conseguimos, pra isso? Lixo, lixo, lixo...

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Ai Amiga ninguém merece!!!

    Miguxa desculpe pelo sumiço, imperdoável!!!

    Tenha uma ótima semana.

    Beijus :)

    ResponderExcluir
  5. ééé... se a gente parar pra analisar tudo que entra em nossos ouvidos, vamos ficar loucas!!!
    haseuiaheaiuehaeuiashese

    ResponderExcluir
  6. Não faço parte dessa parcela que se desespera ao terminar um relacionamento, mas fico abismada com quem faria uma letra de música assim... rs... cada coisa que vemos nesse mundo.

    Lilian Hatori colella
    lilitis@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Flavia13.10.09

    Oi Nanda,
    Adorei o seu post, nao estou sozinha nos meus conceitos. Sabe o tipo de pessoa q diz: Olhe pra vc! Ele não te merece! Seja mais poderosa!, enfim qualquer coisa q parece ser motivadora, mas na verdade o q a gente quer msm é ficar tranquila, quieta. Eu sou mt caseira, do tipo q se vai sair quero levar até sombrinha na bolsa (é serio!), nao sou acostumada da sair em alçguns lugares e me sinto um peixe fora d'agua, gentem! até pro forró já me levaram, mas não tem nd a ver comigo. Mtas pessoas me vem em ksa e pensam, nossa essa tah sofrendo horrores, mas não é assim q eu sinto, gosto de ler, conhecer blogs legais, não bebo, fazer minhas bijoux, naõ fumo e sou vista como uma e.t. O que é tranquilidade para uns é sofrimento e depressão para outros. Fazer o q...o bom msm é gosta da gente pelo que a gente é, sem firulas. Assisti o verdade nua e crua, achei otimo o filme! recomendo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Flávia,

    Vc é a segunda pessoa que me recomenda este filme, eu preciso ver então ! rsrs

    Flávia, se puder deixar seu e-mail, pq não tenho uma forma de entrar em contato com vc! =/

    beijosss

    ResponderExcluir
  9. Sempre achei que balada não era um lugar ideal para conhecer alguém. Acho que mesmo que você vá com a cabeça de que "quero conhecer alguém legal", os homens estão tão acostumados com o outro tipo de menina que tá ali pra curtir, que acabam não dando o valor, e tmb, eles mesmos, muitas vezes, estão lá só para curtir.

    Balada é fogo!

    ResponderExcluir
  10. Nossa me identifiquei com vc, Nanda!
    Também acabei de sair de um namoro e estou na fase das baladas... e totalmente desacostumada desse 'meio'.
    Realmente e assusto com tanta meninase jogando dessa forma, mas é como uma das meninas aqui de cima falou, elas só conseguem atrair gente igual a elas, caras com o menino de iteligência e bom senso não dão valor a meninas tão vulgar.
    Mas acho que na balada dá sim pra conhecer gente legal,eu sou um exemplo HAHAHA!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Clara,

    ahaeuhaeueahaeueha
    Ri muito com seu comentário, é claro que tem gente legal, tem vc, eu também e mais um monte de meninas, mas como os homens já estão acostumados com outro tipo, eles acham que todas sao assim! =/

    beijoss

    Seja bem vinda!

    ResponderExcluir
  12. Bom, não moro no Rio, mas aqui na Bahia tambem tem mtaaaaa musica baixo nivel!!!e a mulherada se acaba!!!
    Realmente assim fica dificil nehh!

    ResponderExcluir
  13. kkkkkkk só consigo dar risada! hehehe Porque lembrei de uma conversa que tive esses dias com meu namorado...
    Como é que uma mulher que sai com uma micro saia na rua e uma blusinha suuuper decotada, em pleno dia de frio, ainda tem coragem de xingar um cara por ele ter chamado ela de gostosa e tal? kkkk
    Isso aconteceu aqui e nós vimos, foi motivo para muita conversa... Porque tipo, ela tava querendo mostrar meeeesmo e ae o cara aprecia e ela acha ruim? kkkkk
    E agora lendo seu post eu me lembrei disso tudo. hehehehe

    ResponderExcluir
  14. Putz... termino de namoro, texto otimo!

    adorei quando vc falou :até porque estou naquela fase de que nenhum homem é bom suficiente.
    Cara acho qe eu to na mesma fase que vc...
    e nossaa eh de ficar aterrorizada mesmo com essas meninas atiradas de hj em dia neh?

    primeira vez aki no blog! priimeiro texto que eu li ! amay *_*

    ResponderExcluir
  15. Confesso, segui seu blog e estou "fuçando " nele por causa do sorteio mas acabei curtindo os posts. Esse é um deles. Seria bom se ninguem julgasse ninguem ( naum que c esteja julgando) mas eu concordo com vc, infelizmente é assim, igual atraie igual, se vc tem uma compostura de puta adivinha o q vai atrair? Ja tive minha fase "sexo, drogas e rock'n roll", por falta de autoestima e bla bla, mas era taum vazio que graças a deus me livrei desse estigma, queria q mais mulheres acordassem pra vida tbm...

    ResponderExcluir
  16. kkkkkkkkkk
    Ainda bem q estou casadinha e fora dessa vida de baladas... rsrs

    ResponderExcluir
  17. Sabe aquele post que a gente vai lendo e só concordando com a cabeça hehe, esse foi um deles por mais que as mulheres digam que não o negócio ta bem assim hoje em dia. Esse papo de igualdade entre os sexos subiu pra cabeça de algumas meninas por ai e só o que elas fazem é queimar o próprio filme.
    E quanto a música nem precisa comentar né.... =x
    HORRIVEL

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente, essas meninas só querem sexo, e é exatamente o que os meninos (igualmente elas) querem. Ai como vc diz, meninas legais, e serias, são tratadas como p*tas, por causa dessas meninas...aff

    ResponderExcluir
  19. menina...tenho uma balada para ir no sábado e estou daquele jeito...faz muiiito tempo q não saio, e estou realmente com medo do que vou encontrar pela frente. Mas vou...preciso urgente me divertir, nem que seja para rir um pouco!E estar rodeada e amigos é otimo para isso.
    Os homens falam q sou extremamente dificil, quase chegando no impossivel, mas sei o meu valor. Mas ai vem essas ai que são extremamente vulgares e acabam com tudo!
    Masssss tem lugar para todas...algum dia quando meu cupido voltar de férias...eu desencalho...ahahahaha
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  20. Menina, ainda não tive a infelicidade de ouvir essa música...

    Sou casada há quase 8 anos (casei com o primeiro namorado) e vejo muitas meninas/mulheres nesse desespero de ficar com alguém. E isso sobra até pros casados. Cada mulher vulgar que eu vejo se insinuando, nem respeitando as esposas deles, acredite!

    ResponderExcluir
  21. Roberta Ruiz14.10.09

    Boa noite!!!Ri muito com esse post!! Nossa, é bem assim mesmo!!Eu não serei hipócrita em dizer que eu nunca dancei funk, mas fala sério, essas músicas são horrendas!OBS: Tb estou completamente fora de prática no que diz respeito em paquerar!!Por isso tô encalhada há tanto tempo!!HUahuahuahauhaua!!!
    Bjusssssssssssss
    Adorei seu blog!!!

    ResponderExcluir
  22. Pois é Nanda, muitos acham que todas são iguais e os que percebem a diferença de uma pra outra vão para as mais fáceis, porque as outra são mais 'trabalhosas'...

    ResponderExcluir
  23. Flavia15.10.09

    oi nanda, meu email é flaviaventurini@gmail.com, já estou recebendo noticias do blog. Só não sei colocar inseri-lo no "comentar como", ele trava meu comp., entao coloco soh meu nome. vc sabe de um jeitinho?

    ResponderExcluir
  24. Eu num sei nem o que dizer... Eu escuto cada música no meio da rua que fico com vergonha interna.

    Bjo

    ResponderExcluir
  25. Gente, choquei com a música! NUNCA OUVI NA MINHA VIDA! hahaha!

    Mas como alguém canta isso, meodeos?

    ResponderExcluir
  26. Menina,

    Não sei de onde vc é... Mas aqui no Rio funk é quase unanimidade. E essa pérola aí q vc escutou é da "Gaiola das Popozudas".

    Por aqui eu sou a única q senta quando começa a tocar funk... tenho horror. Acho uma degradação só, mas fazer o q... é a moda, né?

    Bjks

    ResponderExcluir
  27. Oi Nanda, adorei seu blog, e to adorando ler seus posts!...aqui em minas não ta mto diferente, apesar do funk não ser o que mais rola nas baladas, a mulherada tá impossível, se jogando mesmo, o que acaba me deixando meio deslocada e desmotivando sair pras baladinhas, pq no fim os caras pensam q todas são iguais e já "chegam chegando" aff!! Ahh, to rindo até agora da sua análise musical...kkkk! mto bom!

    ResponderExcluir
  28. A mulherada simplesmente não entendeu o conceito de "direitos iguais". Direitos iguais significa ser reconhecida no mercado de trabalho, por exemplo, independente do seu sexo. Não significa se portar na balada como homem e sair por aí á caça, ou transando com o primeiro que aparece.

    ResponderExcluir
  29. As vezes fico até com vergonha de ouvir essas músicas. Mas, quanto mais mulheres desse tipo, menos concorrência pra mim. Hahaha. Não procuro o tipo de homem que elas atraem, não gosto de canalha.

    ResponderExcluir
  30. Haha Muitoo bom seus post...
    Não entendo como as pessoas saem de um namoro e logo já tão loucas para arranjar outra pessoa. Todo mundo precisa de um tempo né... curtir uma depre é bom de vez em qundo, passar um fds no sofá assistindo filmes bobos e comendo uma panela de brigadeiro... Vc vai ver, dps de uma semana vc ta pronta pra outraa! Ai é a fase de curtir as amigas, sem ir na balada e ficar caçando... Qdo tiver que aparecer alguém, vai aparecer.
    Pq as melhores coisas da vida acontecem quando a gente menos espera.:)

    Parabéns, seu blog é mto cute mesmo!
    =**

    ResponderExcluir
  31. Amei o post!!!!!!
    é Cada cpoisa que a gente ve na balada!!! rsrs

    ResponderExcluir
  32. Pois é, e como você falou do comportamento tanto "cantar a música sem noção" quando "ações", eu tenho que admitir que não me incomodaria tanto com a garela gritando a música... nunca se sabe quem repete a letra porque acha cômico, quem repete como palavras vazias e quem "MEAN IT" né... mas o pior é realmente se esfregar nos caras, fazer essas coisas que não verbalizam um "me come", mas que dão a entender o tal do "me come".
    E não é coisa só das mulheres... mas a gente sempre soube que o homem pode se mostrar um canalha babaca e as pessoas já estão acostumadas a ver vários desses por aí, mas mulher fazendo um papelão desses é complicado... pq a gente sempre teve a idéia de que mulher tem que ser mais "comportada".

    Longe de mim dizer que mulher tem que se privar das coisas pra dar uma de comportada, recatada, santinha... nem é assim, mas tb não é pra dar uma de devassa-sem-noção né... cadê o meio termo??

    concordo contigo, acho o post super válido e finalmente to podendo atualizar minhas leituras... tenho ainda uns 8 posts seus pra ler! ehehe

    Beijos!
    Barbara.

    ResponderExcluir
  33. Olá, primeiramente digo que você foi muito coerente no que disse, as mulheres estão perdendo mesmo a compostura. Essas estão afim de "caras" que não têm nenhum tipo de responsabilidade, ou seja, descomprometimento total = igual a dor de cabeça depois. E o pior é que músicas como a citada nunca irão acabar, pois gente de mau gosto musical tem de sobra nesse Brasil. Fora isso parabéns pelo blog, também sou blogueiro. Se precisar de dicas é só falar, de começo poço indicar a você colocar uma "template" nova que lhe agrade,(grátis) www.btemplate.com , www.dicasblogger.com.br tem várias outras dicas ,outras dicas simples são, entrar no google analytics (grátis) para potencializar suas visitas, comprar um dominio e etc, fique a seu critério. Para você ser grande blogueira falta pouco, pois o principal você já tem, conteúdo e competência. Até mais meu blog mais famoso é www.skyboxdownload.com abraços.

    ResponderExcluir