quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Uma história de amor - Parte II

Ele é o perfeito tipo de homem cafajeste. Aquele que te conquista, que faz tudo pra você, que lê seus pensamentos, que é perfeito enquanto for conveniente para ele ser assim.
Depois te esquece e vai curtir a vida, e então volta e te promete amor eterno, diz que vai ser o melhor dos homens, e você acredita porque o ama, e mulher que sente amor vira uma mulher burra.
Você muda todos os seus planos, volta a achar que será a mais feliz das mulheres, já que ele está mostrando ser o que você sempre quis, faz tudo pra você e te faz acreditar no amor, até que ele já não tem mais tanta certeza e te trai.

Você sofre, sofre, sofre e tenta mudar seus planos, sua vida. E quando está quase conseguindo, ele volta.
Sim ! Você vai acreditar que ele mudou, que agora ele vai querer sair com você, ir em lugares que nunca quis ir, que vai querer fazer planos, te levar pra sair e ter um relacionamento sério.
Então você começa a ficar triste porque ele está deixando de cumprir tudo que prometeu e está vendo que cada dia que passa, ele mente mais, e então ele te trai outra vez, esquece dos planos, do que você deixou pra trás e diz que não sabe o que quer.

Mas agora você mudou, é uma nova mulher, conhece outros homens e até se apaixona por alguns deles, mas ele ficará em cima, porque lembrem-se : estamos falando de um homem cafa.
Pelos outros você só se encantou, mas amor mesmo você sente por ele (e você é burra ), como ele continua com a mesma lorota de sempre, dizendo que agora irá mudar, que será um homem digno e que nunca sentirá por outra mulher um amor tão forte como aquele que ele diz sentir por você, adivinhem o que você faz ?!

Você dá outra chance pra tentar ser feliz com o homem que VOCÊ ama. E aposta tudo nisso, faz planos, pensa em casamento, planeja sua vida outra vez, reluta com todas as suas forças para esquecer as traições, as mentiras e faz de tudo pra tentar tirar isso do seu coração, porque você tem que esquecer que ele ficou com sua amiga, que se divertiu fazendo coisas que nunca quis fazer com você, que te deixou sozinha quando você mais precisou dele. E isso é muito difícil de se esquecer, mas aos poucos isso vai passando e você quer muito viver esse amor, porque o que VOCÊ sente é verdadeiro.

Então vocês fazem uma linda viagem e se apaixona novamente, além de amar, você se encanta com ele outra vez. E então já pensa nos teus filhos, na casa que vão ter, na vida linda que podem ter juntos.
Mas não se esqueçam, esta história é de um homem cafajeste e de uma mulher burra.
Você percebe que ele anda te escondendo alguma coisa e outra vez está mentindo pra você.
Mas você precisa desencanar destas idéias, porque afinal ele jurou por DEUS que te faria feliz, então você viaja e vai passar uns dias com seus pais.

O que era um grande óbvio acontece, mas desta vez, ele irá te trair com a mulher de um amigo de toda a família dele, casada, mãe de uma criança. É claro que a mulher não passa de uma meretriz, isso é indiscutível (não se esqueçam que eu não escrevo vagabunda no meu blog), mas nós sabemos que existem mulheres deste tipo no mundo e isso nunca irá mudar.

O respeito, o amor que eu sempre esperei, nunca tive.

E então ele sumiu, desapareceu sem rastros, como se eu tivesse sido uma brincadeira, na qual ele se divertiu um pouco e depois cansou de brincar do jogo de enganação.

Beijos felizes da Nanda  com o coração despedaçado, mas feliz !          Gifs e Recados para Orkut, Forums, Perfil Gratis !



17 comentários:

  1. Anônimo22.10.09

    As mulheres devem prestar atenção mesmo nesses homens, pra não se iludir com esse tipinho de pessoa que se considera homem.
    Sou homem e posso afirmar: "homem que homem não precisa conquistar um harém e sim, conquistar várias vezes a mulher que tem"
    Por favor..fiquem longe!
    E calma que todo mundo um dia encontrará a pessoa certa na hora certa. Não se sintam como se nunca fosse mais amar por medo de encontrar outro ser como esse. Não é conto de fadas, é verdade, vocês tem que ir atrás memso do seu principe encantado, porque ele existe e certamente te achará.

    Estou a procura ainda da minha princesa...já pensei que nunca alguém iria me amar do jeito que eu amaria essa pessoa, mas sei que ela...eu encontrarei, porque ainda acredito no amor verdadairo e fiel.
    Ponto.

    Beijos Nandaaaa

    Vini...

    ResponderExcluir
  2. História complicada viu vizinha... já tive algo parecidinho (por que não foi nem 1/3 do que vc passou) mas a gente tem que ser forte, e principalmete não ficar algemada a uma história que não deu certo, bola pra frente Nanda, saia com suas amiga, conheças pessoas novas, não estou dizendo para arrumar um namorado, mas um peguete de vez em quando não faz mal a ninguém...
    A palavra de ordem nessas horas é "divirta-se", viva sua vida como se fosse o último dia dela, aproveite o máximo que puder, e um dia só vai sobrar leves lembranças dos 7 anos que vc passou com esse carinha.
    Vc é jovem e ainda tem muito o que amar...
    bjoo!

    ResponderExcluir
  3. Poxa amiga, mas agora você pode se jogar, aproveitar muito e ser feliz.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Pois é menina pra fazer aquele post eu demorei um tempão por causa desse batom que borrava e quando eu ia limpar, espalhava aqueles brilhinhos ! eu ja vivi um amor assim,a cho que foi a pior coisa que eu fiz foi ficar um ano com essa pessoa até eu cansar de ser enganada, mas sete anos é muita coisa. depois de uma separação no começo choramos e falamos que nunca mais vamos ser feliz, depois encontra outra pessoa , melhor que aquela e vc olha pra trás e disse como eu fui uma idiota! bjus

    ResponderExcluir
  5. Isso faz parte da vida.
    Quebrar a cara e sofrer por amor é coisa que todo mundo vai passar, já passou ou está passando!
    É sofrer, se reerguer e depois se jogaaar!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Meninas, é isso, agora é deixar pra trás! =)

    ResponderExcluir
  7. Amor acima de qualquer coisa é feito de compromisso, respeito, amizade e lealdade. Não é possível alguém amar, se não se comprometer de verdade com esse amor, não respeitar a pessoa amada, em toda a sua unidade e multiplicidade enquanto casal. Amizade de saber entender o outro, de querer estar junto, compartilhar, acrescentar e lealdade acima de tudo.
    E para ter tudo isso é preciso maturidade, muito homens não tem, talvez a maioria deles, independente da idade.
    Quem sabe minha amiga, vc ainda não teve a sorte de encontrar um homem de verdade, tenha apenas encontrado pessoas imaturas e homens emocionalmente inseguros.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. primeiro: que pena que seu pé não dá na sandália!!rs

    segundo: to te escrevendo um email com um pouco da minha história pessoal pra dar fundamento ao comentário que eu deixaria aqui, mas que também estará lá no email. ;)

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Nanda, amiga!

    Eu não só vivi algo como vc, mas me casei com esse homem, formei uma família com ele, foram 10 anos tentando fazer aquilo dar certo, de alguma forma. Quando acabou passei dois anos me arrastando pela vida, vivendo no automático, mas hoje julgo que aquela foi a experiência mais válida que já tive na vida.
    Por que dela, além da minha filha, me sobraram algumas boas lições. Aqui vai algumas delas:
    A) O que vivi não foi uma história de amor, mas de desamor, de mim por mim mesma. Ponto. Se ele me amou ou não, não teve importância, mas se eu deixei de me amar por 10 anos é muito grave...
    B)Nunca devemos estruturar nossa felicidade sobre expectativas, felicidade é algo real, e que já deveria estar em nossas mãos, porque a capacidade de ser feliz está em nossas mãos e não na do outro. Não devemos esperar o outro virar presunto se ele é uma mortadela!
    C)Eu gosto de presunto, mas me acostumei a acreditar que merecia uma fatia de mortadela apenas. Não era feliz, porque sabia que aquilo não era presunto (às vezes a gente fecha os olhos, passa a mão e acha que é presunto, mas o cheiro denuncia, é mortadela!), mas tinha medo de ficar sem comer nada e continuei segurando a fatia de mortadela. Esperei por muito tempo que, com determinação e força (pq nos ensinam que com um pouco de persistência a gente conquista tudo no mundo, né?)ela fosse se transformar um presunto, afinal o amor tudo pode, mas isso não acontece nunca.
    D) Passei tanto tempo envolvida com uma história de fracasso que não enxerguei o meu potencial em criar coisas boas. Hoje me alimento disso, das coisas boas que crio pra mim e pro mundo, e ninguém mais tem a ver com isso, busco a minha felicidade em mim. E comemoro quando encontro gente assim tb.
    E)Também acho que nunca vou amar como amei aquele homem, mas hoje eu não quero mais isso pra mim. Tenho um companheiro incrível, bacana, meu melhor amigo, cheio de falhas e defeitos, como eu, mas a gente se diverte muito junto. Se ele for embora vou ficar triste, triste, mas inteira. Aos pedaços, nunca mais...

    Beijocas, lindona!

    ResponderExcluir
  10. Amei seu texto, escreveu muito bem em vários sentidos além da coesão e coerência ser nota 10! kkkk Pareço até uma professora de português néam? É porque sou! kkk

    Bjim

    ResponderExcluir
  11. Bem acho que o tempo de burra tem que ser sepultado com cimento. Agora, você pega as aulas sofridas que teve por livre e espontanea pressão, e faz um manual imaginário de coisas para não fazer de novo e de como se esforçar para não se engrassar por um "cafa". Não é facil. Relacionamentos ou podem mudar sua vida para melhor, ou podem destrui-la! Eu ja passei por um cafa...era uma tentação...como eu podia esquece-lo? só o perfume dele me fazia estremecer...
    passaram-se os anos e eu lutei, decidi que ia esquece-lo, dei valor a mim mesma e aprendi que no mar..e na terra tem muitos peixes...claro que existem tubarões..são muitos, mas a gente deixa as "piranhas" serem suas refeições hehe...

    Analogias a parte...metáforas..etc...
    Consegui superar meu pessimo relacionamento
    com a ajuda de fé..e fé em Deus! foi assim que consegui! E me dedicando a coisas que realmente trazem algo de bom....amizades, carreira, vida com Deus...

    Agora ja esquecida do cafa...estou em outro relacionamento em que o cara não é cafa...
    mas tem problemas psiquicos...é complicado
    por que o amo...e nao tenho outro argumento
    além desse...pois ele é fiel, carinhoso...
    esse sim esta sendo um desafio maior....
    uma coisa é vc tentar esquecer um cafa outra
    é tentar esquecer e ter que terminar algo
    com alguem fragil...doi...

    enfim..é isso...

    esper ter dito algo que faça sentido pra vc!

    umbeijao boa noite

    ResponderExcluir
  12. Com certeza é hora de deixar para trás!

    Menina, você foi uma heroína de ter passado e aguentado tudo isso durante SETE anos com esse traste! ;O Homem assim acaba sozinho, quer todas mas acaba sem nenhuma. Só querem saber de mentir, acham que não temos sentimentos. ¬¬'

    Se um cafa já passou em minha vida? Jááá. E permanece nela e no meu coração. Ah, às vezes tenho raiva de mim mesma por causa disso. Um monte de gente tentou abrir meus olhos, me fiz de forte, de difícil e tudo mais, mas quando vi... Já tava envolvida com o maldito! Pior que eles sabem te envolver... Às vezes pensamos que com a gente vai ser tudo diferente, que ele vai mudar... Lá no fundo eu até tenho uma esperança. Mas na real, quero levar uma rasteira daqueeeeeeeelas pra ver se desencano dele. Até já levei algumas, mas acho que não foram suficientes, devo ser burra, apaixonada demais, sei lá! Acho que isso só vai acabar quando eu me apaixonar de verdade por outra pessoa... Até pensei em mudar de cidade. Aqui onde moro é bem pequeno (uns 50 mil habitantes), temos amigos em comum e em consequência disso é inevitável nos encontrarmos às vezes. Já tentei parar de falar com ele, mas não consigo. Sei lá o que fazer, estou deixando a vida me levar e cruzando os dedos pra que apareça um bem menos traste que esse que eu gosto e que consiga me conquistar.

    Tá, chega de falar! hahaha ninguém merece todo esse meu rolo amoroso com esse "meu" cafa (está há dois anos na minha vida essa criatura). História é longa, demoraria um tempão contando aqui detalhes... :x

    Enfim Nanda, tu tem que aproveitar tua vida, não deixar de sair, aproveitar com os amigos/as, curtir eles e a tua família, dar o melhor de ti nas coisas que tu faz, conhecer gente nova, viajar, ... Se distrair! Pode até rolar de aparecer um cara interessante quando você menos esperar! Não necessariamente um grande amor, até porque é difícil arranjar um segundo grande amor. Quando sofremos decepções nossa tendência é nos fecharmos cada vez mais para relacionamentos... :/

    Boa sorte menina, que tudo dê certo e que um dia tu possa encontrar alguém para redescobrir o amor, de preferência sem mágoas, sofrimento e dor (espero que ainda seja possível, afinal tudo é possível nessa vida!).

    :* Beijão.

    ResponderExcluir
  13. Flavia23.10.09

    Nanda,
    Obrigada pela honestidade e sinceridade, não é facil se abrir assim publicamente. A unica coisa q posso t dizer é dê tempo ao tempo, td ficará bem! Bjs querida...
    flaviaventurini@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Depois de ler todos os comentários nem tenho o que dizer. Primeiro porque nunca me envolvi com um cafa e depois porque as meninas já disseram tuuudo!

    Só to deixando esse comentário pra vc saber que apesar de não comentar muito,to sempre por aqui. E pra dizer que adoro ler seus textos.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Anônimo5.11.09

    no fim das contas as mulheres vão continuar se interessando somente pelos cafajestes... ;P

    ResponderExcluir
  16. Deve ser porque eles tem um charme que os bonzinhos não conseguirão ter nunca ! aheuheuea

    ResponderExcluir
  17. Aí Nanda...
    antes de tudo deixa eu indentificar meu gênero. (M)
    Olha só, compreendo que tu te sinta mutilada, mas não pode dar uma de prima pobre que a vida sempre maltrata e se sente injustiçada.
    Teu erro foi continuar depois da primeira traição.
    todo mundo merece uma segunda chance, sim. Então que perdoasse ele mas q fossem apenas amigos, sei lah, eu sei que eh mais fácil falar.

    Mas acontece que, a questão não é homem cafageste.. tem mulheres assim, e piores.. muitas meninas que eu conheci foram dissimuladas. Portanto o negócio não está diretamente ligado ao gênero e sim ao caráter da pessoa.
    E outra, tem como ser malandro sem desrespeitar a namorada. como eu disse depende do caráter... entao se é de malandro que tu gosta, não desiste. ainda há esperança.
    dion

    ResponderExcluir