quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Uma história de amor

Um dos motivos do meu blog era ser um diário pessoal, público até onde fosse possível, e hoje pela primeira vez eu fiquei com vontade de fazer uso dessa ferramenta pra escrever sobre mim.

Quase nenhuma das pessoas que me conhece sabe da existência desse blog, e isso me dá a condição que eu preciso pra conseguir falar o que tanto me sufoca.

E farei como se estivesse escrevendo mesmo em um diário particular, o que é especial é que eu não sei quem é você que está lendo, não sei sua história, dos seus relacionamentos, se está apaixonado ou se chora as vezes sozinho com saudade de alguém. Talvez o que ler aqui não irá fazer o menor sentido, mas se conseguir me entender, então eu saberei um pouquinho de você - já teve um grande amor!

Já prestaram atenção nestas frases : "nunca é tarde demais" e "só não há jeito para a morte" ?

A minha história de amor contradiz as duas, talvez por ela ter sido verdadeira só pra mim, uma expressão em que eu acredito é : "só se ama uma vez na vida!" E eu sei que não amei, como deveria.

Eu sei que vocês agora devem estar pensando que isso é história de mulher mal amada, talvez eu deveria começar a história do começo, mas eu levaria 7 anos pra contar cada dia desta história e só escreverei o que está nos meus pensamentos agora.

Eu tenho saudades daquelas paixões de adolescente em que você acha que o mundo acabou, que você chora até dormir e depois de 6 meses, já nem lembra daquele rosto que você achava que era a única pessoa na Terra pra se amar.

Mas os sentimentos amadurecem e quando você sente carinho por alguém, não importa com quem ele esteja ou se ele errou, se está perto ou longe, você quer que ele seja feliz, que esteja sorrindo, que esteja fazendo as coisas que gosta ; e você não acha que vai morrer por isso ou que seu mundo acabou, sabe que terá que viver com as lembranças e tentar ser feliz da forma que conseguir.

Sabem aquele final de novela que a gente chora quando vê, por mais que saibamos que na vida é sempre diferente?

Eu sempre prefiro os finais de alguns filmes, lembram de "Efeito Borboleta"? Ele prefere ficar sem seu amor pra que ela seja feliz.

Eu nunca vou entender o porquê minha história de amor não teve o final alternativo, mas acreditem, é possível ser amada da forma mais profunda que um ser humano é capaz e mesmo assim não conseguir ser feliz com essa pessoa.

E, às vezes, é tarde pra se tentar ser feliz com alguém, às vezes não precisa morrer pra nunca mais ter aquele alguém.

Lembre sempre de cuidar de quem te ama! Esqueça os erros, esqueça o passado, as mágoas e aceite ser amada enquanto isso for possível!

O que me levou escrever esse post foi uma música, uma dessas que toca em novela e você acha que é a trilha sonora da sua vida, e no momento essa é a minha.



Cada palavra, cada verso faz parte da minha história, porque de tristezas eu vou viver, ando com medo do futuro porque por mais que eu fuja em sonhos eu vejo o passado. Pensei até em me mudar pra lugar qualquer que não existisse esse pensamento.

E aquele adeus eu não pude dar. Sabem "aquele adeus"? Uma briga horrível, ou uma traição, ou mesmo uma conversa amigável, eu não tive nada disso.

Contar a minha história pra você hoje é como falar de um filme que terminou na metade, mas terminou.

É como se estes últimos 7 anos nunca tivessem existido, como se cada sorriso não tivesse acontecido, cada palavra não tivesse sido dita, é como ter que apagar uma pessoa em mais de 2500 dias da sua vida.

E eu vou morrer de saudade!

28 comentários:

  1. Só quem amou de verdade pode saber do que vc tá falando, Nanda. Eu vivi uma experiência muito louca, casei com um homem que foi o grande amor da minha vida, mas ele nunca me amou, não do jeito que eu queria e precisava. Tive que desistir do grande amor da minha vida e sofri uma dor que não desejo pra ninguém...
    Acho que jamais voltarei a amar com aquela pureza e força, não porque não acredite mais no amor, mas porque sou uma pessoa diferente depois de tudo que vivi e nem sei se quero mais sentir algo daquele tipo por alguém que não seja eu mesma.
    Mas é triste saber que tudo acabou e que a gente nem reconhece mais quem a gente amou, né?
    Faz parte da vida...

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Rita, você disse o essencial, nos transformamos e nossa forma de amar também!
    Já que nosso jeito não deu certo, devemos fazer diferente não é?!

    beijao

    ResponderExcluir
  3. Ei nanda... vim retribuir a visita no meu blog achando que ia encontrar apenas mais um blog de beleza, mas me deparei com esse post muito legal... e mais legal ainda porque sei bem do que vc está falando....
    Sabe, tive um amor tb... e foi por isso que comecei o blog, sou redatora publicitária, entao quis escrever, um modo de colocar pra fora o que estava sentindo... no começo eu postava varias vezes durante o dia angustiada, contando histórias, falando de lembranças... mas o tempo foi passando e hoje meu blog é bem mais alegre, pq eu estou mais alegre tb, mas de vez em quando tem uma pontinha de dor... é sempre assim! E hoje o blog é uma forma de registrar como vou levando a vida e o que Deus tem feito e ainda vai fazer nela.
    Enfim... passe lá mais vezes, eu vou passar por aqui outras!
    Beijão :)

    ResponderExcluir
  4. Aii Nanda sua historia mecheu muito comigo.
    Eu uma historia tmb de um grande amor,uma hitoria curta mais intensa q nunca esqueci,e nunca esquecerei.Mas por mais que estja com outra pessoa nunca vo esqueçe aqueles bons momentos...Mas acredito no destino que um dia agente se encontre novamente num futuro proximo...ate me deu vontade de falar sobre essa historia mas se algem le to ferrada kkkk...
    bjaoooo

    ResponderExcluir
  5. Oi Nanda!
    Engraçado: tô terminando (ou já terminei?) uma história assim, neste momento.
    Mas uma coisa é certa: eu só queria que essa pessoa tão especial pra mim fosse feliz, estando ou não comigo. A sua felicidade me bastava (já estou usando os verbos no passado, sinal de que realmente já 'passou', acho).
    Mas quero dizer que você escreve tão bem... usa as palavras de uma forma única, especial.
    Achei muito bonito.
    Quanto à sua resposta no meu blog, pena que vc. não escreveu antes, senão teria guardado aquele adesivo original. Mas acho q dá pra quebrar o galho com durex, mesmo. Tentarei. Mas valeu a dica!
    Também olharei os produtos que vc. mencionou. Realmente nunca usei, mas parecem bons.
    Estou add seu blog nos meus favoritos para acompanhar suas atualizações, ok, porque gostei daqui.
    Bjs!
    http://experimentandocosmeticos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju, espero que consiga mesmo superar as tristezas e que esta pontinha de dor não exista mais um dia.
    Obrigada pela sua presença aqui e com certeza aparecerei mais vezes por lá!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Luh,

    Se vcs se reencontrarem eu desejo que dê mesmo certo e te traga muitas alegrias, e se deu vontade de escrever e não pode escrever no seu blog, escreva aqui! rsrs
    Beijao e boa sorte!

    ResponderExcluir
  8. Bia,

    Fiquei tão feliz por ter gostado do blog, eu agradeço de verdade os elogios.
    E se vc achar que o seu relacionamento não irá te fazer feliz, não fiquei tentando, deixe as coisas acontecerem, pq as vezes, por termos dúvidas ficamos insistindo em algo que sabíamos que não daria mesmo certo.
    Mas se achar que podem ser felizes juntos, lute pelo seu amor!

    beijao

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que post lindo.seu blog é uma graça..bjussssssss

    ResponderExcluir
  10. Oi Paty,

    Muito obrigada, que bom que gostou!
    Seja bem vinda!

    bjo

    ResponderExcluir
  11. Oi Nanda...
    Me identifiquei muito com sua história.
    Mas o que mais dói de toda essa saudade é saber que de tudo que eu sinto saudades está destinado para outro alguém...Eu acredito no poeta que um dia disse:“Em algum lugar deve existir, uma espécie de bazar, onde os sonhos extraviados vão parar”...Será que os nossos não estão nesse bazar?Espero que um dia alguém muito especial compre seus sonhos...E vc seja muito feliz!Pois uma pessoa com grandes sentimentos,merece essa felicidade.E eu espero ver vc nos contando essa novidade!
    Bjs linda...

    ResponderExcluir
  12. Na verdade, eu cheguei até aqui por causa da promoção. Mas, adorei o blog. Gosto de pessoas que tem coragem de expor seus sentimentos, ainda mais no meio desse tanto de blog que só fala de cosmético, é um alívio quando encontro alguém que escreve de fato.

    Sabe. Diferente de você, eu nunca amei ninguém de verdade. Minhas paixões sempre ficaram somente na coisa adolescente. Mas, eu acho que você pode amar alguém de novo, sim. Vai doer ainda e muito. Mas, um dia só vai restar saudade e a dor vai embora.

    Se quiser ler um blog de alguém egocêntrica *hahahaha* pode ir até o meu. ^^ Se bem que ele anda meio abandonado, maaaãs, sei lá!
    Beijo! ;**

    ResponderExcluir
  13. Ei Nanda, 7 anos eh? e eu to aki reclamando dos meus 2 anos e 4 meses que findaram, que td que a gnt passou junto vai ter que ser simplesmente esquecido, cada promessa de amor eterno tudinho jogado no liquidificador.... sabe de uma coisa?
    ocupe ao maximo o seu tempo, nao há nda melhor;
    bjuus !!!!

    ResponderExcluir
  14. Sei q naum vai melhorar eu dizer algo horrível e q vc jah sabe...Isso nunca vai passar, vai ser como a dor da perda de um ente querido...Vc consegue viver, seguir em frente, mas nanda será como era antes....

    ResponderExcluir
  15. Também perdi um grande amor, e no reveillon! Mas sofri apenas alguns meses, porque Deus me abençoou com um amor maior ainda! Sorte pra voce, querida!

    ResponderExcluir
  16. Também acredito que amamos uma única vez na vida, aquele amor forte, sincero, puro mesmo... mas também acredito em alma gêmea e talvez vc não tenha encontrado a sua ainda e não diga que nunca mais vai amar, porque as vezes a vida nos guarda muitas surpresas ainda.

    ResponderExcluir
  17. Que linda sua história de amor... Só não entendi o porquê de não ter tido o "último adeus"...

    ResponderExcluir
  18. Depois de ler seu texto e todos os comentarios nem consigo escrever muita coisa, senão eu choro...

    ResponderExcluir
  19. Flavia15.10.09

    Nanda,
    Adoro essa musica, mt linda!
    Bjs
    Flavia
    flaviaventurini@gmail.com

    ResponderExcluir
  20. OI Nanda
    Adorei seu blog e seus textos..nos fazem pensar.E neste pensei muito e pude perceber o quanto sou feliz...Na faculdade conheci um rapaz que nao suportava..onde ee estava eu fugia (juro!), mas depois ele foi me cativando e viramos melhores amigos (mudança radical né) eu sabia que ele era apaixonado por mim mas nao queria tentar algo para nao perder esta amizade tao especial...bom, ele ganhou, namoramos por 6 anos e 1/2 e há 3 estamos casados..sao quiase 10 anos de convivencia e ele é o AMOR DA MINHA VIDA.
    Vale a pensa tentar e ser feliz cada minuto de sua vida...para nao se arrepender depois com o : e se eu tivesse com ele....? Tente...e será feliz com o cara certo!

    ResponderExcluir
  21. Passei por algo assim recentemente. Eu gostava tanto dele, tanto...mas nossa história foi complicada. Os dois com temperamento forte, tivemos brigas horriveis, terminei com ele, fiquei com outra pessoa, voltei com ele...ele até tentou segurar a barra de saber que eu tinha saido com outro depois de terminar com ele mas, acho que não aguentou e resolveu se vingar terminando comigo. Sofri muito! Mas, quer saber?! Acho que e ele gostasse de mim como eu gostava dele, as coisas seriam diferentes. Agora estou com outra pessoa.

    ResponderExcluir
  22. E tá feliz agora Meire ?

    ResponderExcluir
  23. Nanda, estou sim! Muita coisa mudou na minha vida depois que o relacionamento destrutivo acabou. Consegui um emprego, comecei a namorar com alguém lindo, bem sucedido, inteligente...ganhei uma gatinha que é minha companhia nas horas vagas, estreitei minha amizade com vários amigos meus. A mudança foi incrível, mas as vezes, por alguns minutos, ainda lembro dele, me dá saudades mas, qd lembro de td que aconteceu, acabo deixando pra lá.

    ResponderExcluir
  24. Nossa, tem muito sentido sim o seu post, tocou muito o meu coração, com alguns pontos em comum aos meus e dúvidas como as minhas, sem contar os medos, que são tantos! Espero que tude fique bem e que a sua esperança se renove. Um abraço!

    ResponderExcluir
  25. Acredito que qualquer pessoa seja capaz de amar novamente, e com a mesma intensidade. Quando passamos por situações dolorosas, temos a impressão de que o sofrimento nunca vai acabar. Além disso, o medo de (imaginar) ter de enfrentar algo semelhante faz com que fiquemos "encolhidas", daí a desilusão.
    É importante saber que você não é a única a passar por isso, e que por mais clichê que seja essa frase, ela é real: "o tempo cura tudo".
    Você tem o seu tempo pra se recompor e quando isso acontecer, o amor ressurge naturalmente. Viva sem pressa, aproveite todo o momento que as coisas boas vêm sem que você imagine. Ser feliz só depende de você! ;)

    ResponderExcluir
  26. Gabriela, muito pelo contrário, eu sei que posso ser feliz com outra pessoa, e jamais acho que o sofrimento não irá passar, eu disse no post.
    O sofrimento passa sim, o que eu quis dizer é que as lembranças não.
    E como outras leitoras, não acredito mesmo em amar da fesma forma, pq eu já não sou a mesma, e tudo que um dia machuca, deixa cicatrizes.
    Mas concordo com você sobre o tempo, e a felicidade. Nunca achei que não seria feliz outra vez! Até porque eu não era de verdade! rs

    bjo

    ResponderExcluir
  27. Oi Nanda.

    Comecei a seguir seu blog hoje e li sua história.
    Sabe, eu não acho realmente que você seja burra não. Acho apenas que, como todas nós mulheres, você se deixou envolver por alguém que não valia a pena. O que você pode tirar disso é experiência e força!
    Nada dessa conversa de mutilada não criança! Seja forte! Você com certeza é uma pessoa bacana e com certeza vai sim encontrar um cara também bacana e ser feliz mas o importante é você saber que tem de ser feliz sozinha primeiro, se gostar, se amar e se achar o máximo antes de embarcar em uma nova relação.
    O outro tem apenas que completar você e jamais deve ter a responsabilidade de fazer você feliz completamente.
    Tenha força! Você tem que ser poderosa por você SEMPRE!

    Ps: adorei seu blog é muito criativo!

    PS 2: Não sou nenhum tipo de psicóloga não.. rs sou apenas uma garota que já passou por vários apuros e tb achou que estava tudo acabado e quando eu menos esperava e onde eu menos imaginava... encontrei sim um grande amor, que não é perfeito e que não me faz feliz em todos os momentos pq ele tb é humano e erra (bastante aliás), mas é o cara q está ao meu lado e q me ama sim de verdade.

    Mil bjs pra vc!

    ResponderExcluir
  28. Oi, entendo pefeitamente oq vc está falando, por tambm tenho uma história de amor que terminou sem terminar.Não sei se posso ajudar alguma em coisa, mas o saudoso Davinci disse: "que para estar junto não precisa estar perto,mas do lado de dentro."

    ResponderExcluir