quarta-feira, 2 de março de 2011

Pessoas que maculam o mundo

Quando ficamos sabendo de fatos cruéis que nos levam a exclamar: "como há pessoas más neste mundo", sentimos um mal estar passageiro, mas tudo isso passa.
Passa quando não somos nós as vítimas dessa maldade.

A maldade pode se propagar por diversas maneiras, e é incrivel como podemos encontrá-la tão bem mascarada. 
Eu, definitivamente, não sei qual dessas pessoas que propagam o mau, eu prefiro enfrentar - aquele que mostra sua face ou aquele que usa de uma astúcia dolosa pra se proteger. 
O caçador com uma arma na mão ou o lobo sob a pele de cordeiro?
Aquele sequestrador que te priva de liberdade por um mês em um cativeiro ou aquele que te priva de liberdade por toda a sua vida, controla seus sonhos, seus desejos, seus sentimentos?

As pessoas que fazem isso são aquelas que não quiseram ter uma vida própria e passam seus dias sugando as energias de outra. Pessoas assim, são tristes e só conseguem uma pseudo felicidade, quando ofuscam a luz de outro alguém. Elas geralmente se fazem de vítimas, iludem as pessoas que estão próximas com seus falsos sentimentos, chantageiam e ameaçam quem delas cuidam. 

O problema é que quando você tem qualquer tipo de ligação com pessoas assim, e cresce com elas, fica muito difícil se desligar e enxergar os artifícios sórdidos que elas usam pra conseguir aquilo que querem. Elas causam conflitos para tirar a paz de quem está perto delas. Não descansam até conseguir destruir a felicidade alheia. 
São pessoas que não sabem amar, que não sabem distinguir os tipos de amor. 
E não são assim porque são doentes, são assim porque são más! 
O mundo tem que parar de chamar de "doentes" pessoas más, pessoas que só conseguem viver satisfeitas com a infelicidade alheia. Pessoas que vivem com a mente amargurada, cheia de desamor. E quanto mais quem as amam tentam ajudar, mais elas manipulam suas vidas.

Elas trapaceiam para iludir quem está por perto, distorcem os fatos de tal forma, até que sua vítima se sinta grata por ter recebido algo delas, quando na verdade, o que elas querem, é que essa pessoa continue por perto, para que assim elas possam continuar a manipulá-la. Nada delas vem gratuitamente, a cobrança de uma gratidão sem real motivo é constante. 
E elas agem de um modo tão perverso, que sua vítima continua cega, achando que é independente, porém, não passa de um refém com uma personalidade fraca, deixando a outra manter o poder sobre ela, e como se não bastasse ofuscar uma vida, ela passa a destruir todos que se aproximam de sua vítima.

Eu nunca tinha conhecido alguém assim até um tempo atrás, achava que só existiam em personagens de novela. Mas o fato é que elas existem, destroem os sonhos e a alegria de quem as querem bem. 
No início, achei que o sentimento que estimulava toda essa maldade era o ciúmes, mas depois entendi que não é só isso, além do ciúmes de quem elas acham que "possuem",  tem um sentimento muito mais poderoso: a inveja. 

Elas sentem inveja de quem consegue viver feliz, de quem é livre, alegre, de quem não se nutre da infelicidade alheia, de quem vive sem métodos pré-estabelecidos.
E agem assim, se passando por um anjo injustiçado, enquanto só o que querem, na verdade, é que todos terminem como elas: sozinhas, perversas e amarguradas!

Eu prefiro enfrentar o caçador!

6 comentários:

  1. Nanda, acredito que esse tipode pessoa seja como um pscopata. Ele pode ter uma vida normal e até parecer normal mas no fundo é a pior espécie de gente que existe.
    Tome cuiddo com isso, porque tudo, mas tudo memso começa com uma pequena mentirinha!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa Fer... agora você superou tudo...
    consegui transitar sobre o tema da maneira mais clara e objetiva...
    adorei o que você escreveu... me identifico em muitos dos pontos que você coloca e concordo quando você fala que essas pessoas são predadoras de eenrgias alheias... é realmente elas não conseguem não sugar a energia de alguém que só tem coisa boa para oferecer... E o Amor é uma dessas forças mais sugadas, e muitas das vezes não corresponde a uma vida de mão dupla.. Somente é absorvida e nunca exalada...
    Bjs c cuida...

    ResponderExcluir
  3. É triste, mas é assim. A maldade não mora em cada um de nós, ela é desenvolvida por cobiças, por pensamentos turvos, por uma vontade asquerosa de possuir o que é de outra pessoa!

    É repugnante, mas infelizmente, é real e muito, mas muito comum!!!

    Esperemos que a limpeza da Terra seja conclusa.

    Somente o Criador irá restabelecer a harmonia!

    Beijos linda. Coragem.

    ResponderExcluir
  4. Pessoas más existem sim...Nós é que não estamos preparados para identificá-las antes de nos tornarmos vítimas... É um assunto complicado, pois o num primeiro momento eles são 'aparentemente normais', mas isso é parte da estratégia deles! Envolvem a sua vítima de maneira que elas tenham sentimentos negativos sobre si próprias, oq acaba estendendo ainda mais o sofrimento, pois a vítma se sente culpada e muitas vezes não dá fim ao relacionamento pela dificuldade de assumir que se enganou dessa maneira.

    Gostei q vc visitou meu blog... Se vc tava pensando em comprar o protetor-base da Abelha Rainha, fiz uns swatches bem interessante dele hoje! Tem várias fotinhas do produto lá!

    Bjosss...

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Agradeço sua visita ao meu blog!

    Adorei o seu, sabia?

    E, puxa! Que post mais...chocante, par dizer o mínimo...Espero que você mantenha distância dessa pessoa...
    Bjs!
    Déia

    ResponderExcluir
  6. Vinícius10.3.11

    Na minha vida já apareceu várias pessoas assim, mas cada uma com um tipo diferente dessa maldade. Felizmente a maioria consegui identificá-la a tempo, e me afastei delas...
    Hoje tenho notícias de algumas delas, pelo que sei, não estão se dando muito bem na minha vida.
    A dificuldade é identificar esse tipo de animal à tempo, porque cedo ou tarde esses animais morrem!

    ResponderExcluir