sábado, 19 de maio de 2012

O que você merece

Precisamos encontrar nossos valores que esquecemos por aí, talvez deixados com algumas lágrimas de desilusões. 
Estamos esquecendo o que realmente vale a pena, o que realmente merece nossos esforços, nossas mudanças. Estamos perdendo o bom senso em entender que nem tudo é aquilo que procuramos, e precisamos parar de simplesmente aceitar como se fosse.

O mundo está cheio de pessoas que estão gritando, quase que declamando o quanto não merecemos ser felizes. Está se tornando "normal" aquilo que machuca, que desrespeita.
Estão nos acostumando com a falta de carinho, com a falta daquele olhar cuidadoso de quem ama. Já é desnecessário mandar flores ou escrever um bilhete romântico. E somos nós as culpadas. Deixamos de valorizar aquilo que nos fazia dar um sorriso bobo. Agora exigimos um bom emprego, um corpo malhado, um bom carro e não nos importamos mais com um "eu te amo" na porta da geladeira ou uma serenata com uma rosa roubada. 

Acho que estou precisando de explicações, aquelas que nos fazem entender o porquê desse desencontro de interesses. Sim, um desencontro. Porque o coração pede uma coisa, mas estamos nos contentando com o quase nada. O problema de conviver com esse pouco é que um dia podemos nos acomodar com isso, e esquecer o quanto é bom acordar com um beijo no rosto de manhã, ou ouvir elogios quando estamos completamente desarrumadas. 
Nos convencendo do contrário, iremos esquecer como é bom ter aquilo que nos faz realmente felizes e vamos acabar aprendendo a implorar migalhas.

Talvez um grito com toda força ajude: "EU MEREÇO MAIS!"